Catedral de Porto Alegre

Catedral de Porto Alegre

segunda-feira, 31 de maio de 2010

"De Corpo e Alma"


Me doei
de corpo e alma
nunca soube me dosar

quando me tocas
me enlouqueces
basta apenas um olhar

me entrego não renego
sou assim todo desejo
quisera um só dia mudar.

Antonio Campos 31/05/10.

25 comentários:

  1. Gosto dos poemas curtos e que dizem com objetivo o que quer expressar.
    Este fala da esencia da doação.
    Parabéns
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Grato meu amigo Lucidreira um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Antonio...Isso me fez arrepiar, nossa!
    Amei tua poesia, e amei este video, pois não perdia esta novela e ficava encantada com os personagens do Fábio Assunção e nossa inesquecível Daniela Perez. Me faz lembrar tanta coisa boa desta época, me lembro dançando...rsrs
    Eu era muito pagodeira na época, e meus amigos sempre me chamavam de yasmim, pq fazia como ela, me soltava e dançava mesmo...kkkkk
    Amei, amei! Antonio

    ResponderExcluir
  4. meu querido amigo
    Belas palavras no seu poema...um mundo de sentires, gostei muito.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  5. Ana Claudia poetisa do amor que bom que gostastes e ao mesmo tempo lembrastes de momentos lindos.

    ResponderExcluir
  6. Sonhadora minha amiga esse é um mundo e paixões.

    ResponderExcluir
  7. Porquê mudar???
    Quando nos sentimos bem!!
    Que poesia bonita
    Me fascinou acredita
    Falando no amor de alguém...
    Continu-o um pouquito afastada mas, apenas por motivo sde saúde, melhores dias virão!!!

    ResponderExcluir
  8. Áurea bom vê-la por aqui um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Olá...!

    Sabes...? O meu blog conta já com um ano...! E para a ocasião escrevi algo que também é para ti... e, de passagem, podes ver que há um selo que podes levar, se assim o quiseres... Pois, como o seu nome indica, serve para "selar" este vínculo que nos uniu neste tempo transcorrido..., isso me encantaria..., e faria completo este festejo e a minha alegria...!
    Ou se não..., ofereço-te uma flor de Ceibo que é a flor do meu país: Argentina.

    Obrigado pela tua presença...!

    Cumprimentos,

    SERGIO.

    ResponderExcluir
  10. ANTÓNIO CAMPOS: mudar...porquê?
    Nem pense afastar-se ,porque o Amor vai sempre atrás de ti...
    ABRAÇO AMIGO DE LUSIBERO

    ResponderExcluir
  11. São sempre lindas as poesias que escreve...
    Uma grande poesia, de um grande coração!
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  12. Antonio Paulo
    Parabéns, meu amigo, sempre fazendo os nossos corações muito felizes!
    Um abraço e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  13. Lindo, mudar porque...paz.
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  14. Que se passa???
    Não temos mais poesia????
    Desejo tudo de bom para ti!!!!
    bjo
    Áurea

    ResponderExcluir
  15. Bela postagem, poeta.
    Estou voltando aos poucos...
    Um abração!

    ResponderExcluir
  16. Belo poema! Alias, como sempre...
    Um abraço, linda semana

    ResponderExcluir
  17. Mudar é fazer um novo fim....paz.
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  18. Amigo querido, parabéns por tão belas palavras.Não tem como negar que vc é pura emoção.Grande beijo e sucesso sempre.Quero te convidar para passar no http://simplesmenteandando.blogspot.com/ e ver o post de hoje.

    ResponderExcluir
  19. Meu amigo querido, esta proibido sumir assim!
    Anda fazendo falta...
    Espero que esteja tudo bem por ai.
    Bjuxx!

    ResponderExcluir
  20. Pois não queira, meu amigo e poeta. Siga adiante sempre assim. Abraços desde aqui.

    ResponderExcluir
  21. António Campos: três lindos tercetos de dádiva, no amor". Nunca pense em deixar de se dar, dessa maneira...totalmente!
    Pense nos outros que querem e não são capazes...
    BEIJO AMIGO, poeta ardente
    LUSIBERO(Mª ELISA RIBEIRO)

    ResponderExcluir
  22. Amigos estou mudando de cidade aqui e volto breve. Beijos nas meninas aperto de maõs nos barbados.

    ResponderExcluir
  23. Saudade de você...
    Meu amigo incentivador e queridissimo.
    Beijo espero q estejas bem.

    ResponderExcluir
  24. AMIZADE
    Não é receber, é dar.
    Não é magoar, é incentivar.
    Não é descrer, é crer.
    Não é criticar, é apoiar.
    Não é ofender, é compreender.
    Não é humilhar, é defender.
    Não é julgar, é aceitar.
    Não é esquecer, é perdoar.
    Amizade..
    É simplesmente AMAR.
    Feliz dia da amizade.

    ResponderExcluir
  25. Amigos -
    Vinícios de Moraes

    Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
    Não percebem o amor que lhes devotoe a absoluta necessidade que tenho deles.
    A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
    E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !
    Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências ...
    A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
    Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
    Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.
    Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabemque estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.
    Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.
    E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários,de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí,e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.
    Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.Se todos eles morrerem, eu desabo!Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.
    E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
    Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
    Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos,cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim,compartilhando daquele prazer ...
    Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado,morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente, os que só desconfiam - ou talvez nunca vão saber -que são meus amigos!
    A gente não faz amigos, reconhece-os.Beijos e felicidades, Marcia

    ResponderExcluir

Ofertado pelo blog Reflexões.

Ofertado pelo blog Reflexões.

Um Blog do Outro mundo

Um Blog do Outro mundo

Blog Reflexões

Blog Reflexões

PEQUENO CAHORRO GAUDÉRIO.....

PEQUENO CAHORRO GAUDÉRIO.....
MAS....PENSE BEM ANTES DE MEXER COM O TRÂNQUILO

ofertado pelo blog

ofertado pelo blog
http://mayshay.blogspot.com/

Olho de Deus

Olho de Deus

Blog do Poeta e Amigo Mariano

Blog do Poeta e Amigo Mariano

Repassado pelo blog Renascendo

Repassado pelo blog Renascendo

" Anjo do Oriente "

" Anjo do Oriente "
Vale a pena visitar esse blog

Presente do Blog Anjo Sedutor

Namorado da Maga

A GATA MAGA

A GATA MAGA
PRESENTE DA SENADORA LAU

Repassado Pelo Blog Compartilhar e Aprender

Repassado Pelo Blog Compartilhar e Aprender

Somos Todos Irmãos

Somos Todos Irmãos
Ofertado pelo amigo Dalton

Sequestrado do Blog " No Cantinho da Curva"

Esse selo é para você amigo

" Reunidos Amigos"