Catedral de Porto Alegre

Catedral de Porto Alegre

quinta-feira, 25 de junho de 2009

" Lágrimas de Amor "



A chuva cai lentamente
No telhado de zinco
Contando os pingos

São saudades suas
Gotejando em meu peito
Olho-me no espelho
Não tem jeito

A gota sentida
Feriu-me na alma
Sua terna figura
Reflete no espelho
Quisera ter calma

Os pingos da chuva
Aceleram com o vento
Não há mais tempo

Sua figura já não reflete
Preciso que alguém interprete
Coisas que sinto e vejo
Esse louco desejo
Essa busca vazia

Esses pingos que molham
São lágrimas de amor
Mais fortes que a chuva
Que acalmam minha dor.

Antonio Campos em 11/10/08.

18 comentários:

  1. Antonio, voce está esbanjando inspiração, talento, etc e tal. Junta estas poesias todas, faz um livro, que vai ser um sucesso.

    Abraço!!!!1

    ResponderExcluir
  2. Carlos meu amigão você é que lê as mesmas com seu bondoso coração.

    ResponderExcluir
  3. Conheço bem essas gotas...
    Elas expressam a falta que sinto do meu amor!

    Apesar de expressar tristeza... a poesia é bela!

    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  4. Oi, Antonio
    Gostei muito vc ter postado "Lágrimas de Amor", nesta data eu ainda não havia entrado para o GO.
    Lindos e oportunos versos.
    Parabéns e um abraço!

    ResponderExcluir
  5. TDB!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Lindíssima.Beijo grande.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado pela visita Tatiana mas é mesmo uma verdade que já derramou essas lágrimas sabe do que falei.

    ResponderExcluir
  7. Zilda de vez em quando postarei aqui algumas reprises do tempo GOS.

    ResponderExcluir
  8. Estou gostando desse "Vale a pena ler de novo."
    Linda demais!!
    Um abraço querido amigo!!

    ResponderExcluir
  9. Tens uma santa inspiração, a cada dia surpreende um novo poema, sempre bonitos...
    abraço

    ResponderExcluir
  10. Olá meu amigo,vou te dizer uma coisa,vc expressa muito bem os verdadeiros sentimentos da alma.
    Existem amores por toda uma vida e por várias vidas,sei o que sente pois, vivo isso constantemente,é tão mágico quando escuto:AMO MEU MARIDO,AMO MINHA MULHER,AMO MEU COMPANHEIRO e por ai vai,porém são poucas as pessoas que se entregam sem esperar retorno.
    Ah! se o mundo fosse diferente...
    Te digo não sei o que será de mim se um dia meu marido,amigo se for...
    São saudades suas...
    bjs no seu coração.
    Indiana.

    ResponderExcluir
  11. Indiana amiga minha grato pelas palavras que são veradeiras.

    ResponderExcluir
  12. As lágrimas de amor são as mais poderosas, pois carregam a utopia da dor e do prazer. Belo poema, poeta dos Campos!
    Um abração e um bom final de semana!

    ResponderExcluir
  13. Simplesmente divino este poema.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Maria minha amiga colorada valeu pela presença.

    ResponderExcluir
  15. Antonio, nenhuma busca é vazia, apesar de assim sentirmos. Seu poema reflete bem o ser humano sensível que você é.

    Um grande abraço

    Márcia

    ResponderExcluir

Ofertado pelo blog Reflexões.

Ofertado pelo blog Reflexões.

Um Blog do Outro mundo

Um Blog do Outro mundo

Blog Reflexões

Blog Reflexões

PEQUENO CAHORRO GAUDÉRIO.....

PEQUENO CAHORRO GAUDÉRIO.....
MAS....PENSE BEM ANTES DE MEXER COM O TRÂNQUILO

ofertado pelo blog

ofertado pelo blog
http://mayshay.blogspot.com/

Olho de Deus

Olho de Deus

Blog do Poeta e Amigo Mariano

Blog do Poeta e Amigo Mariano

Repassado pelo blog Renascendo

Repassado pelo blog Renascendo

" Anjo do Oriente "

" Anjo do Oriente "
Vale a pena visitar esse blog

Presente do Blog Anjo Sedutor

Namorado da Maga

A GATA MAGA

A GATA MAGA
PRESENTE DA SENADORA LAU

Repassado Pelo Blog Compartilhar e Aprender

Repassado Pelo Blog Compartilhar e Aprender

Somos Todos Irmãos

Somos Todos Irmãos
Ofertado pelo amigo Dalton

Sequestrado do Blog " No Cantinho da Curva"

Esse selo é para você amigo

" Reunidos Amigos"