Catedral de Porto Alegre

Catedral de Porto Alegre

sábado, 21 de novembro de 2009

" Assim Anda a Natureza"


Perdem-se caminhos
pedaços nossos espalham-se
na dor e com ela o desespero

estrondos vindos do céu
aguas que perdem rumos
lágrimas que misturam-se

destinos que descruzam-se
crenças esperanças e desgraças
em todos os credos e raças

assim anda a natureza
quando dizem alguns crédulos
ser obra divina nem imaginam

que toda ela foi maculada
pelo ser “superior dito humano”
muitos nem usaram o machado

a detonaram com uma só assinatura
reúnem-se em grandes e fartas mesas
mais protegidos da fúria da natureza.

Antonio Campos 21/11/09.

13 comentários:

  1. Meu amigo Antonio dos Campos, que bom vê-lo retornando em grande estilo expondo com muita emoção os tristes momentos que o povo do Rio Grande do Sul vem enfrentando.
    Mesmo assim, poeta que és, você teceu um emocionante poema evidenciando a arrogância humana em detrimento do futuro da harmonia ecológica. Parabéns!
    Um grande abraço desejando um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Meu bom Dalton professor e amigo grande abraço. De fato mestre a arrogância dos homens que tem nas mãos o poder de decidir é algo muito triste de se ver. Os bens materias o interesse ecônomico vão ainda colocar por terra todos os sonhos futuros.
    21 de Novembro de 2009 18:03

    ResponderExcluir
  4. Olá Tricolor dos Pampas, minha solidariedade ao povo gaúch.Seus versos trazem uma verdade incontestável. Além do estrago que o homem vem fazendo à natureza, enfrenta-se a falta de planejamento dos órgãos competentes e a falta de vontade política de implementar projetos que beneficiem a população.

    Um beijo, amigo querido.

    ResponderExcluir
  5. Desculpe, Tricolor. Digo: "gaúcho".

    ResponderExcluir
  6. Belos versos!!!! Como bom poeta que é,as emoções mais diversas,sempre transbordam de você para nós como mais um presente.Grande beijo no coração.

    ResponderExcluir
  7. Antonio

    Que bom ver/ler mais uma de suas poesias, e principalmente falando da natureza. É sempreuma alegria encontrar os seus versos.

    O Meio-Ambiente é assunto lá BONDeblog,econvidooamigo eeusleitorespara fazerum comentário e assim concorrer a um livro do André Trigueiro.

    Um fraterno abraço

    ResponderExcluir
  8. Antonio, tenho visto na TV o que tem acontecido por ai. É sempre a mesma coisa ,depois que tudo acontece, a turma sempre apaerce, bem vestida, dizendo que vai fazer e acontecer. Tem que fazer alguma coisa antes!!

    Abraço!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Aqui está mais uma vez
    A natureza a falar
    Pela mão do António
    Connosco quis partilhar

    Ela "chora" noite e dia
    Pela floresta e os mares
    Pelos rios que com lixo
    Vão perdendo seus "cantares"

    Ninguém se preocupa
    Com este "choro" sem fim
    Porque o lixo é constante
    Aqui bem perto de mim

    De mim e também de ti
    A Natureza vai sofrendo
    Por isso essas catástrofes
    Que dão um medo horrendo.

    É razão para dizer:

    Como eu queria, meu Deus como eu queria
    Abrir a boca e respirar
    É que ar está tão poluído
    Que nem consigo respirar

    Obrigado por tão bonito poema.
    bjo
    Áurea

    ResponderExcluir
  10. Oi, Amigo Antonio Paulo
    Seus versos relatam a verdadeira reação da natureza aos desmandos e desrespeitos que ela sofre.
    Muito gostei de vê-lo se expressando da melhor maneira, através dos seus versos!
    Um abraço e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  11. Minha senadora amiga grato pela presença. De fato aqui não só aqui mas no mundo inteiro a natureza da mostras de desgates e sofrimento. E nós todos sofremos com isso.

    ResponderExcluir
  12. Meus amigos gratos pela presença de fato triste ver a revolta dessa natureza tão machucada.

    ResponderExcluir
  13. É, Antonio...a natureza continua a gritar, tentando dar um alerta à humanidade...

    Abraços e parabéns!

    Márcia

    ResponderExcluir

Ofertado pelo blog Reflexões.

Ofertado pelo blog Reflexões.

Um Blog do Outro mundo

Um Blog do Outro mundo

Blog Reflexões

Blog Reflexões

PEQUENO CAHORRO GAUDÉRIO.....

PEQUENO CAHORRO GAUDÉRIO.....
MAS....PENSE BEM ANTES DE MEXER COM O TRÂNQUILO

ofertado pelo blog

ofertado pelo blog
http://mayshay.blogspot.com/

Olho de Deus

Olho de Deus

Blog do Poeta e Amigo Mariano

Blog do Poeta e Amigo Mariano

Repassado pelo blog Renascendo

Repassado pelo blog Renascendo

" Anjo do Oriente "

" Anjo do Oriente "
Vale a pena visitar esse blog

Presente do Blog Anjo Sedutor

Namorado da Maga

A GATA MAGA

A GATA MAGA
PRESENTE DA SENADORA LAU

Repassado Pelo Blog Compartilhar e Aprender

Repassado Pelo Blog Compartilhar e Aprender

Somos Todos Irmãos

Somos Todos Irmãos
Ofertado pelo amigo Dalton

Sequestrado do Blog " No Cantinho da Curva"

Esse selo é para você amigo

" Reunidos Amigos"